Postagens

Mostrando postagens de 2017

[WebSérie] Romântico Anônimo - Capítulo 83

Imagem
Capítulo 83
Poucos dias mais tarde...
O céu estava nublado; as montanhas da Cidade da Paz eram cobertas por nevoeiros enquanto uma garoa fina caía sobre os seus moradores. Ventava frio, as pessoas encapuzadas procuravam forças onde não tinham para seguir suas rotinas. O inverno estava em seu auge. Com luvas nas mãos e casaco aconchegante a talentosa escritora suspirou fundo, encontrou coragem e adentrou o cemitério. Seus passos tranquilos não tinham pressa em chegar ao destino, caminhavam suaves, buscavam sentir cada movimento. O coração da mulher pulsava sereno, não estava ansioso, sabia que estava ali para a última despedida. Suas mãos seguravam um exuberante ornamento de rosas, presente que chamava a atenção. Poucos eram os visitantes que passeavam pelo símbolo da saudade naquela manhã fria de agosto, poucas eram as sepulturas que recebiam algum tipo de companhia. Finalmente Daniela estava diante a urna de sua mãe, colocada ali há alguns dias. Sentindo um aperto desconhecido passeou os …

[WebSérie] Romântico Anônimo - Capítulo 82

Imagem
Capítulo 82
A vida é mesmo um ciclo sem fim. Nascemos, crescemos e morremos; algo comum a todo ser humano, algo inevitável sobre qualquer ser vivente. O relógio não para e o trem da vida não muda sua trajetória, para alguns ele tarda em chegar ao destino, mas para outros parece ter pressa. Sempre foi assim e sempre será. Vivemos para morrer, é fato. Muito se foge da morte, muito se tenta evitá-la, escondê-la, fazer dela algo utópico, mas nunca adianta, sempre nos deparamos com ela, cedo ou tarde, sempre a enfrentamos. Resta-nos apenas uma solução, fazer do curto período entre nascer e morrer o melhor possível, aproveitarmos ao máximo que pudermos, amarmos a quem conseguirmos, fazermos o bem a quem quer que seja, exibir um sorriso mesmo quando temos milhares de motivos para o semblante carrancudo, para vivermos energicamente positivos precisamos atrair a positividade. Contudo, ao longo desse período, acontecem decepções, desilusões, perdemos a confiança em quem mais tínhamos, passamos a g…

[WebSérie] Romântico Anônimo - Capítulo 81

Imagem
Capítulo 81
Sorriu satisfeita, um sorriso repugnante, um sorriso sem qualquer tipo de humanidade; um sorriso motivado pela perversão e pelo desejo por praticar uma pseudo justiça, algo sem propósito, que existia por conta do egoísmo que a embriagava. Apesar da idade tinha um mira boa, acertou p alvo com precisão e se orgulhou por aquilo. Com as mãos trêmulas pela adrenalina que tomava seu corpo passou o batom vermelho, deu uma última olhada no espelho e saiu do quarto a passos lentos, levava diante de si o revólver carregado, pronto para disparar, pronto para causar tragédias ainda maiores.
<<>>
Daniela não conseguia assimilar o que terminou presenciando. Nunca sonhou em ver alguém se matar de uma forma tão banal, nem mesmo em suas histórias fora capaz de prever aquele fim a um dos personagens corrompidos pela maldade. Débora, por sua vez, não via espanto algum naquele fato, já estava acostumada, aliás, já presenciara coisas piores, mas que não foram capazes de tirar o seu son…

Tudo é movimento

Imagem
Para o post de hoje se imagine como personagem principal da seguinte situação:
Meio dia. Ventania forte. Nuvens densas encobrem o sol ardente e apagam o seu brilho. Relâmpagos e trovoados sequenciais. Pancadas fortes e assustadoras. O vento aumenta em ritmo com a tempestade. Começa a suavizar. A chuva para e o vento se silencia. As nuvens vão embora e dão lugar ao resplendor do grande astro. Os pássaros voltam a cantarolar. Nem parece que uma esporádica tempestade nos obrigou a fecharmos a janela e nos abrigarmos dentro de casa.
Quem espera por uma forte tempestade ao meio dia? Algumas vezes – lê-se raramente – isso acontece e nos surpreende e quando termina nem parece que aconteceu, mas ainda assim sabemos que passamos por aquela experiência. Assim é na vida, estamos tranquilos, vivendo sossegados, quando somos pegos de surpresa por situações para as quais não vemos saída, não sabemos como contê-las, simplesmente estamos dentro delas. Vemo-nos oprimidos, cercados por tantas incógnitas …

[WebSérie] Romântico Anônimo - Capítulo 80

Imagem
Capítulo 80
As pernas balançavam em demasia, as mãos se apertavam aflitas e os dentes pressionavam os lábios com nervosismo; os olhos angustiados olhavam de um lado para o outro, não encontravam foco, vagueavam naquele mar de apreensão. — Fique tranquilo, minha equipe é muito bem treinada para qualquer operação — a delegada tentou confortar o jovem adolescente enquanto que, na verdade, também temia o pior —. Gosta dela, não é? — Amo! — ele não gostava simplesmente, seu sentimento era muito mais valioso do que “gostar”. — Entendo a sua angústia — Débora mantinha o olhar firme sobre as ruas da agitada cidade —. Meu primeiro grande amor, Flávio, foi tirado de mim da forma mais cruel que eu poderia imaginar — sentiu uma pontada de saudade —, e embora eu esteja em uma nova fase ainda sinto sua falta, foi o meu primeiro namorado e será o meu eterno amor... Se eu pudesse voltaria no tempo, não o deixaria partir naquela noite, faria qualquer coisa para tê-lo ao meu lado — com uma mão ao volante …

Siga o blog pelo Instagram: