Compaixão



Algumas pessoas se enganam e dizem que ter compaixão é sentir pena, lamentar pela situação de outrem e pronto, mas não é esse o conceito. A compaixão, assim como o amor e tantos outros, é um sentimento valioso, algo que brota em nossos corações a partir da essência humana e não nos causa simples condolências, faz-nos sentir a dor do outro. Compaixão é colocar-se no lugar do próximo para entendê-lo.

Costumamos julgar as atitudes ao invés de descobrir seus motivos; parece mais cômodo atacar as pessoas a partir daquilo que fizeram ou fazem; chega a parecer natural condenar a todos pelo modo como agiram. Poucos possuem a compaixão realmente, poucos procuram entender a dor daqueles que agonizam, poucos procuram compreender o desequilíbrio daqueles que se sentem perdidos.

Sentir pena ou lamentar qualquer um de nós consegue fazer, mas quem é capaz de enxugar as lágrimas de um sofredor ou oferecer o próprio ombro para que nele se descarregue todas as mágoas? Fazer julgamentos precipitados sem conhecer a história do semelhante muitos consegue, mas poucos se sentam para conversar com aquele que está sendo condenado e tentar enxergá-lo por dentro como um ser humano que precisa de conforto, ser ouvido para o desabafo, ser apoio para os passos difíceis.

Compaixão é um ramo do amor.
Compaixão faz parte da vida.

Compaixão nos torna mais humanos.

Vem aí, Romântico Anônimo!
Um forte abraço,
E até mais!

Comentários

Postar um comentário

Sinta-se livre para comentar!

Postagens mais visitadas deste blog

"Amar é mudar a alma de casa"

A Brevidade da Vida

Aflições na Alma

Flores aos mortos

Que a gente saiba florir, onde a vida nos plantar!