[Especial] Desigualdade de Gênero



O que é Igualdade de Gênero?
Igualdade de gênero se explica como homens e mulheres compartilhando os mesmos direitos e deveres em proporções iguais, sem exceções. Contudo essa igualdade precisa se atentar e respeitar as características e necessidade de cada um, reconhecendo e respeitando as diferenças.
A luta por essa conquista existe há muitos anos, porém foi em meados do século XX que se intensificou com o surgimento, sobretudo, de movimentos feministas. Ao contrário do que muitos acreditam o Feminismo não enxerga como o machismo, ele não apregoa a soberania da mulher perante o homem, mas sim a equidade entre ambos. Ainda voltaremos a falar sobre esse assunto aqui no blog.

A Força da Desigualdade de Gênero
A falta de igualdade de direitos entre homens e mulheres é ainda muito grande e o Poder Judiciário pode retratar tranquilamente essa trágica realidade. Um exemplo é a quantidade de juízes federais espalhados pelo Brasil que abrange 73,8% dos homens e apenas 26,2% das mulheres, enquanto o sexo feminino representa mais da metade da população brasileira. E não para por aí. Em 2014, por exemplo, a quantidade de mulheres que ocupavam cargos de alto escalão (ministérios, por exemplo) era de apenas 26% e em 2015 esse número foi ainda menor, 15%.
O mercado de trabalho também é injusto com as mulheres as quais chegam a receber quase 30% a menos que os homens para exercerem as mesas funções com os mesmos riscos e requisitos (lê-se graduação) segundo pesquisa feita pela Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) em 2014.
A desigualdade dos sexos também está entre as famílias. Logo cedo a garota é instruída aos afazeres domésticos como se essa fossem sua obrigação enquanto os homens apenas trabalham oito horas por dia e podem descansar em frente à TV. Já paramos para pensar que as atividades do lar começam desde quando a mulher acorda até a hora de dormir?

Causas
Pensamentos patriarcais da sociedade antiga sempre tiveram uma grande parcela de culpa na desigualdade que aflige a sociedade atual, a mulher, grande vítima da situação, foi por muito tempo requisitada somente ao lar, suas obrigações se restringiam em cuidar da casa e dos filhos, nem ao menos tinham  o direito de decidir sobre as questões políticas em seu país pelo voto, conquista obtida tendo a luta como munição.
Os ideais machistas de que o homem é mais do que a mulher também motivam a falta de igualdade dos sexos; os discursos sexistas de que a mulher deve ser vista apenas como um objeto que satisfaça os desejos de um homem também possuem seu espaço nessa triste questão social.
São causas antigas, ultrapassadas, mas que parecem sobreviver ao tempo.

Momento da Reflexão
Existem ignorantes, sem intelecto plausível quanto aos questionamentos sociais
ou que se fazem de desentendidos apenas para provarem suas incapacidade de inteligência que proferem, vergonhosamente, frases do tipo “já que quer direitos iguais vá encher uma laje” ou, um tanto covarde, “já que quer direitos iguais vá se alistar no exército”. Pensamentos, argumentos dados por pessoas de baixa instrução, sim, em tom irônico eu repito, baixa instrução, não quero combater o preconceito usando termos mais agressivos.
A luta pela igualdade de gênero visa, sobretudo, os mesmos direitos e deveres respeitando as diferenças e limitações. Mandar uma mulher encher a laje além de ser um discurso desprezível apenas comprova o baixo intelecto. A mulher, em seu físico, possui certas fragilidades as quais são expostas perante situações extremas. Ela é sim capaz de encher uma laje, é capaz de muita coisa que “machões” não conseguem fazer, mas o que elas colocam em risco é a própria saúde. Então, por favor, vamos evitar o “micão”.
Esse problema não é só da mulher, é de uma sociedade inteira que parece estacionada no tempo e não avança. Falta diálogo no dia-a-dia das pessoas sobre o tema, falta que pais e filhos se sentem ao redor da mesa e discutam desde cedo o assunto, falta que as escolas mostrem às suas crianças e aos seus jovens que o sexismo é algo que foge da moderna geração, do mundo evoluído, de um planeta tecnológico. A sociedade precisa se unir e começar em sua base, que é a família, a se preocupar com as questões sociais, talvez pensamos que a discussão seja  obrigação dos altos patamares e estamos certos, porém nós todos temos a nossa contribuição a dar.
Homens possuem suas características especiais assim como as mulheres; mulheres possuem capacidades tão elevadas assim como os homens. Um é o complemento do outro, um deve ser, na atual e moderna sociedade, o apoio do outro. Estamos no século 21 atravessando eras tecnológicas e modernas, não há mais espaço para o discurso que apregoa isso é coisa de homem e isso é coisa de mulher. Claro, existem as diferenças que obrigatoriamente devem ser respeitados, porém mais do que isso existe o brilhante resultado que pode ser obtido a partir da união de ambos os lados e aproveitando as particularidades de cada um.



Se você também quer fazer parte na luta contra a Desigualdade de Gênero, um preconceito que aflige a todos nós por tanto tempo, comece agora, compartilhe esse post com seus amigos. Juntos somos mais fortes!

Um forte abraço,
Siga-me no Instagram amilton.jnior
E até logo!

Comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Adorei o texto, todos deveriam lê-lo. É difícil estarmos em pleno século XXI e ainda lutarmos contra essa desigualdade. Infelizmente, muitos não entendem e estão longe de aceitar. Eu já escutei muitos comentários do tipo " se a mulher quer direito iguais, tem q ser obrigatório o alistamento no exército." São comentários assim, argumentos fúteis que somos obrigadas a ouvir todo dia. Estamos lutando contra isso e continuaremos, mas é algo que não será resolvido nem tão cedo. :(
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem?
    Adorei o texto, realmente hoje em dia o mundo é cheio de diversidades, não apenas homens ou mulheres, existem outras diferenças de gêneros que devem ser respeitados.
    E a sua postagens é mega importante, parabéns.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. é um assunto muito difícil de abordar, você se expressou muito bem. Acredito que ainda não chegamos ao ponto de poder ser considerado "igualdade" ainda existem muitos problemas que não foram resolvidos, mas... Acho que um dia vamos chegar onde deveríamos estar.
    http://misteriosliterarios.com/serie-orphan-black/

    ResponderExcluir
  4. olá!
    Adorei seu post, seu texto é maravilhoso e concordo com você: "Contudo essa igualdade precisa se atentar e respeitar as características e necessidade de cada um, reconhecendo e respeitando as diferenças."!!
    Todos nós, homens e mulheres, temos a mesma capacidade intelectual e temos que ser tratados com igualdade sim! Infelizmente, a cabeça machista de muitas pessoas não permite enxergar essa realidade de igualdade!
    Parabéns pelo post!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Excelente post! Vou compartilhar e mostrar para muito homem que chama essa geração de mimimi. Nós precisamos lutar por todas essas injustiças que ocorrem na desigualdade de gênero. Nós mulheres não somos menos por não sermos homens. Fiquei realmente feliz e empolgada com esse post, é tão bom ver um homem querendo lutar conosco e não contra a gente. Avante!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Acho extremamente importante você abordar esse assunto em um post, pois com certeza o mesmo é complexo o suficiente para ser discutido em várias vertentes. Essas desigualdades realmente me causam revolta, pois bem como você pontuou, homens e mulheres possuem as mesmas capacidades e não deveriam ser diferenciados por gêneros. Gostei muito de tudo que você abordou e me considero parte desta luta!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. ola tudo bem? Respeitar as diferença é o principio de tudo , é necessario educarmos em casa nossos filhos e netos mais para que isso aconteça é a população de hoje que preciza de uma concientização . seu texto é de grande ajuda vou compartilhar . Bjssss

    ResponderExcluir
  8. Excelente texto. Infelizmente essa é uma realidade em nosso país e em vários outros, alguns até ainda pior. Somente a reflexão e a conscientização na educação poderá mudar esse quadro futuramente. Parabéns pela abordagem. Textos assim contribuem para a construção de uma sociedade muito melhor.

    ResponderExcluir
  9. Oie tudo bem? Eu acho muito importante abordar esse tema, porque ainda não vivemos em igualdade , o seu texto esta excelente ,parabéns pelo post, esse assunto deveria ser mais debatido, quem sabe algum dia possamos dizer que a desigualdade deixou de existir. Sucesso, beijos

    ResponderExcluir
  10. Uma questão que devemos levar a sério é que muitas pessoas pensam que são apenas desigualdades entre negros e brancos, outros pensam sobre a homossexualidade do sexo oposto, alguns não sabem que também lida com diferenças em alguns países que discriminam outras raças. E os países em envolvidos deveria mudar suas cabecinhas adorei o post bem relacionado ao problema.

    ResponderExcluir
  11. Tem gente que adora dar um close errado e não sabe nem o "por que?" as mulheres querem esses direitos. Precisamos acabar com essa cultura de um homem ser superior, cancelar essa ideia tola de "sexo frágil". Somos mulheres lutamos pelos nossos direitos e continuaremos com essa luta, para fazer a sociedade acordar. Post sensacional, parabéns

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Abordar esse assunto é muito interessante, ainda mais no mundo em que vivemos hoje em dia. Acho que que nós precisamos lutar por todos os nossos direitos, independente de sermos homens ou mulheres, mas a desigualdade de genero é realmente humilhante e só me motiva a continuar lutando por aquilo que acredito

    ResponderExcluir
  13. Olá! Tudo bom?
    Nossa eu adorei esse post, acho muito válido conversas com temas como esse, a igualdade de gênero é algo que deve sim ser discutido e respeitado.
    Adorei a postagem.
    Beijos, Joyce.

    ResponderExcluir
  14. Felizmente, cada vez vemos mais homens a fazer as coisas em casa que antigamente, eram consideradas tarefas das mulheres e cada vez vemos mais mulheres a ocuparem lugares de chefia no mercado de trabalho, mas ainda há muito para fazer para que se possa dizer que realmente há igualdade de géneros. A meu ver, é no seio da família, logo em pequeninos que tudo começa e onde realmente as diferenças devem começar por ser combatidas...

    ResponderExcluir
  15. olá,
    a igualdade de gênero, contudo apesar de já ter mudado muito, ainda as pessoas lutam por ter direitos iguais, para isso temos que trabalhar todos juntos para que tudo de certo. É um assunto bastante interessante para ser abordado, adorei bjs!

    http://fabiisanto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Amei demais o seu texto! Vc foi muito claro e perfeito em muitos pontos pra mim! A luta pela igualdade é longa mas essencial para todos nós. Parabens por usar a sua voz para agregar na vida de tanta gente!

    ResponderExcluir
  17. Muito esclarecedor seu post sobre desigualdade de gêneros, esse é um assunto que mesmo nos dias de hoje ainda tem muito preconceito e tabu.
    Deveríamos estar mais preparados e ter menos preconceitos, mas ainda existem pessoas que ignoram o assunto.
    Pode ser que comentando e falando todos os dias as pessoas comecem a compreender e conhecer mais o assunto.
    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
  18. Arrasou muito no post, ainda tenha quem diga que nós não precisamos do feminismo, que é mimimi, que o machismo não existe. Eu as vezes perco a esperança, e vejo que as coisas parecem nunca serem justas pra nós mulheres. Feminicidios, estupros, salários inferiores, preconceitos estão cada vez mais presentes, infelizmente. Mas não vamos desistir, quem sabe não consigamos que nossos filhos e netos vivam em um mundo sem desigualdades né...

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Seu texto está incrível e muito bem escrito e informativo.
    É uma pena que mesmo que vivamos em um mundo moderno, ainda haja esse pensamento retrógrado.
    Mas vamos manter a fé que isso um dia mudará!

    ResponderExcluir
  20. OI! Tudo bem?
    Então, esse tem que você abordou é tão presente em nossas vidas e mesmo assim muitos ainda insitem em não respeitar a tal. Gostei muito do seu post, além de esclarecedor é um tem atual que deve ser cada vez mais abordado. Bjs.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sinta-se livre para comentar!

Siga o blog pelo Instagram:

Postagens mais visitadas deste blog

"Amar é mudar a alma de casa"

A Brevidade da Vida

Aflições na Alma

Flores aos mortos

[Conto] Eternizados Pelo Amor